SANDRA VENENO, NELSON RUFINO E MUITO MAIS

SANDRA VENENO, NELSON RUFINO E MUITO MAIS Marco Shukster/Ly Tavares/Reprodução

Dia Nacional do Samba é celebrado com muitas atrações em BH

Zu Moreira - Portal G1

Nesta quinta-feira (2), o Brasil comemora mais um Dia Nacional do Samba e a terra dos mineiros Clara Nunes, Ataulfo Alves e Toninho Geraes não podia ficar de fora. Em Belo Horizonte, vários eventos estão programados para exaltar o gênero que virou símbolo da nossa identidade cultural. Do samba ao pagode, o público que resolver sair de casa vai se divertir com as várias atrações programadas.

Um dos destaques é o show do sambista baiano Nelson Rufino, autor do hit "Verdade", gravado por Zeca Pagodinho. Ele vai acontecer no Curral do Samba, no bairro São Paulo, na Região Nordeste de Belo Horizonte.

Ao lado, no Bar do Cacá, quem dão o ritmo são os grupos Pagode do Rei e Feijoada Completa.

Outra dica é o encontro de sambistas no bairro Pirajá, com a presença de vários grupos, compositores e artistas da cena do samba de Belo Horizonte. No evento, a ex-passista Sandra Veneno será "coroada a Rainha do Samba de BH".

"Estou muito feliz com essa homenagem dos sambistas de Belo Horizonte. Ser coroada por esses amigos é um reconhecimento pelo trabalho que sempre fiz em prol do samba de Minas Gerais. Faço tudo pelo samba e nunca parei", disse Sandra Veneno.

Na Feira do Mineirinho, uma série de rodas de samba estão programadas para este mês. Nesta quinta-feira (2), dia Nacional do Samba, a pedida é o cantor Paulinho Oliveira, considerado a sensação do pagode. Outro que se apresenta no mesmo palco é o cantor Dirceu Marinho, o Chocolate, que apresentará diversos ritmos.

Origem da data

A origem do Dia Nacional do Samba tem uma relação com Minas Gerais. A data foi instituída em 1963, pelo vereador baiano Luis Monteiro da Costa, em homenagem ao compositor mineiro Ary Barroso, natural de Ubá. Barroso já tinha composto seu sucesso Na baixa do sapateiro, mas nunca havia posto os pés em Salvador (BA). Sua primeira ida à Bahia foi em um 2 de dezembro, passando o Dia Nacional do Samba a ser comemorado sempre nesta data.

Outra versão da origem do Dia do Samba vem do Rio de Janeiro. A data é fruto do Primeiro Congresso Nacional do Samba, realizado entre os dias 28 de novembro e 2 de dezembro de 1962, no Palácio Pedro Ernesto. Patrocinado pela Confederação Brasileira das Escolas de Samba (CBES), pela Associação Brasileira das Escolas de Samba (ABES), pela Campanha de Defesa do Folclore Brasileiro, pelo Conselho Nacional de Cultura e pela Ordem dos Músicos do Brasil, o encontro produziu a Carta do Samba, em que instituía o Dia Nacional do Samba. O decreto sofreu veto do então governador Carlos Lacerda, mas posteriormente foi aprovado pelo Plenário da Assembleia Legislativa, em 1964.

Nesta quinta, o programa de extensão “Memorável Samba” da UNIRIO apresenta a 5ª edição do Congresso Nacional do Samba. Genealogia é a temática do Simpósio que ocorrerá das 8h30 às 20h, de forma gratuita no canal Memorável Samba nas redes sociais.

Confira a programação:

Nelson Rufino e vários convidados

Dia: 2/12
Horário: 17 horas
Local: Curral do Samba - Rua Maria Pietra Machado, 123 - Bairro São Paulo.
Ingressos: R$ 25
Informações: (31) 987495174

Encontro dos grupos "Somos Sambistas" e "Sou da Velha Guarda de BH"

Dia: 2/12
Horário: 16 horas
Local: Rua Isabel Cristina, 65 - Bairro Pirajá
Ingressos: Entrada franca
Informações: (31) 988282287

Pagode do Rei e Feijoada Completa

Dia: 2/12
Horário: 18 horas
Local: Bar do Cacá - Rua Andiroba, 20 - Bairro São Paulo
Ingressos: R$ 20 + 1 kg de alimento não perecível
Informações: (31) 99713-4002

Paulinho Oliveira e Chocolate

Dia: 2/12
Horário: 19 horas
Local: Mineirinho - Avenida Antônio Abrahão Caram, nº 1000 - Bairro São José
Ingressos: Entrada franca
Informações: (31) 3017-0573

 


 

 

Visto 71 vezes Última modificação em Quinta, 02 Dezembro 2021 18:27

Sambistas Online

Temos 26 visitantes e Nenhum membro online

Onde sambar

CARICATURA DO MÊS


Bezerra da Silva

Samba no mapa