CARNAVAL 2022: LIGA COBRA CALENDÁRIO

CARNAVAL 2022: LIGA COBRA CALENDÁRIO Cacá Lanari/Belotur

Escolas de samba querem definição da PBH  quanto à folia do ano que vem

 POR RÁDIO ITATIAIA

Faltando cerca de nove meses para o Carnaval de 2022, a Liga das Escolas de Samba de Belo Horizonte ainda não garante a realização do tradicional desfile na noite de terça-feira de Carnaval, que movimenta a avenida Afonso Pena.

Apesar do momento de incerteza, o presidente da liga, Márcio Eustáquio, acredita que a festa irá acontecer no próximo ano. “No momento atual não é possível saber se terá Carnaval em 2022 por conta da questão pandêmica. A vacina está muito devagar ainda. A gente acredita que aconteça, pode ser que não em fevereiro, que aconteça fora da data, mas a gente acredita que o Carnaval de 22 aconteça até para celebrar o fim dessa pandemia.”

Márcio Eustáquio diz o grupo está lutando para conseguir recursos e está contando também com a ajuda da Prefeitura de Belo Horizonte para que os desfiles saiam do papel no ano que vem. “As escolas estão definindo enredo para o próximo carnaval, já estão definindo a história, fazendo croquis, adiantando tudo que dá para ser feito sem dinheiro, mas nesse momento a gente não tem recurso. A gente passou o ano passado inteiro sem nenhum recurso e em 2021 a gente ainda não tem nenhum, então tudo o que pode ser feito sem muito empenho monetário está sendo feito.”

Confira matéria sobre o último desfile em 2020:

O presidente da Liga diz que uma reunião foi feita com a Belotor, mas que querem uma nova reunião para que possam discutir os próximos passos. “Agora que os índices caíram eu mandei um e-mail para a Belotur para a gente pedir uma nova reunião para definir os próximos passos, a gente tem que planejar esse Carnaval para julho, para fevereiro ou para quando for possível, mas esse planejamento precisa acontecer previamente e a gente já está quase no meio do ano, está na hora de fato da gente definir como será.”

Márcio explica que a principal dificuldade para a captação de recursos é a falta de datas para o evento, o que dificulta a conversa com patrocinadores. “O turismo depende de data, então eu preciso dizer para o patrocinador que na data tal haverá um Carnaval e se ele não acontecer na data tal ele acontecerá na data Y aí o patrocinador consegue compreender isso quando está sinalizado e alinhado com o poder público.”

Para os próximos meses, a expectativa é que as escolas consigam fazer um planejamento e que em breve tenham um norte. “A gente está construindo uma série de cursos de capacitação para as escolas de samba para que a gente possa aproveitar esse momento e se fortalecer ainda mais enquanto profissionais deste segmento e a gente espera que a Belotur se posicione de uma forma positiva, que ela nos defina o rumo do carnaval de 22.”

A Itatiaia procurou a Belotur, que ainda não se posicionou sobre esta possibilidade de uma reunião com a Liga das Escolas de Samba para definir o calendário do carnaval do ano que vem, em Belo Horizonte.

 

Visto 200 vezes Última modificação em Sexta, 14 Maio 2021 10:27
Redação

A equipe Almanaque é composta por: Jornalistas, compositores e pesquisadores do Samba de Minas Gerais

Website.: almanaquedosamba.com.br

Sambistas Online

Temos 44 visitantes e Nenhum membro online

Onde sambar

CARICATURA DO MÊS


Bezerra da Silva

Samba no mapa