20 ANOS CONTANDO A HISTÓRIA DO SAMBA

20 ANOS CONTANDO A HISTÓRIA DO SAMBA Reprodução/Divulgação

Dóris faz live para celebrar duas décadas de projeto sociopedagógico; Ingressos no Sympla 

 Neste novembro negro, mês de referência nas mobilizações pela consciência negra e enfrentamento ao racismo, o programa cultural e educacional Cantando e Contando a História do Samba (CHS) completa duas décadas de compromisso de não deixar o samba morrer e valorizar a história social desta genuína manifestação da cultura negra brasileira.

Para celebrar a data, a idealizado e coordenadora do projeto, a cantora e educadora Elzelina Dóris, realiza no próximo sábado (20), às 16 horas, a live show "20 anos do Cantando a História do Samba". Dóris fará uma apresentação acompanhada dos músicos Betinho Moreno, Evandro Melo, Carlitos Brasil e Ricardo Medeiros. No cerimonial, Vivi Amaral do grupo Samba Origem. "Estamos vendendo pelo Sympla ingressos colaborativos para nos ajudar a custear as despesas de produção: banda, som e transmissão. Os ingressos colaborativos são opcionais. Adquirindo ou não contamos com a presença de todos na live", convoca Dóris. Clique aqui
 

Há 20 anos, percebendo o desconhecimento sobre o samba por parte de seus alunos do Ensino Fundamental, Elzelina Dóris alinhou duas de suas paixões – cantar samba e lecionar – e lançou o projeto de trabalhar pedagogicamente o samba nas escolas, com a intenção de desenvolver a integração social, o bem-estar, contribuir para a construção de uma cultura de paz e o fortalecimento da identidade de pessoas negras e não negras.

Ao longo desses anos, o CHS realizou centenas de atividades, no formato de seminário e consultoria, em instituições de ensino, da rede pública e privada, e em centros culturais, o que já envolveu milhares de pessoas, entre educadores, pesquisadores, discentes, gestores públicos, acadêmicos, movimentos sociais, sambistas de Belo Horizonte e outras cidades. Além do amplo alcance, a atuação do CHS tem sensibilizado e inspirado muita gente, como aconteceu com as cantoras Fran Januária e Vivi Amaral, idealizadoras do projeto Samba Origem e afilhadas musical de Dóris.

 

 


 

Ler 86 vezes Última modificação em Segunda, 16 Novembro 2020 14:59
Redação

A equipe Almanaque é composta por: Jornalistas, compositores e pesquisadores do Samba de Minas Gerais

Website.: almanaquedosamba.com.br

Sambistas Online

Temos 134 visitantes e Nenhum membro online

Onde sambar

CARICATURA DO MÊS

Cartola

Samba no mapa