All for Joomla All for Webmasters

Projeto resgata legado das comunidades do Buraco Quente e da PPL no samba

Sobrinho Folgado é de Pirulito da Vila, Cabral e Fabinho do Terreiro.

Belotur garante que vai valorizar o samba da capital mineira, com programações especias antes e durante o período de Carnaval em Belo Horizonte. Outra ideia é criar um "departamento do samba" para desenhar um modelo sustentável para as escolas de samba e para o desfile na avenida Afonso Pena, em ações integradas com a Fundação Municipal de Cultura. 

"Quero que essa parceria floresça e desejo VIDA LONGA ao ALMANAQUE DO SAMBA" diz Lucas.

Nelson Rufino defende a valorização do samba mineiro

Dona Eliza ganhou uma roda de samba com participações de Marina Gomes, Dé Lucas, Cabral, Cinara Ribeiro, Silvia Gomes, entre outros

Um dos maiores artistas gráficos do país, Elifas Andreato é responsável pelas capas de discos dos grandes nomes do samba e da MPB. Já assinou ou ainda assina trabalhos de Paulinho da Viola, Martinho da Vila, Zeca Pagodinho, entre outros. Com mais de cinquenta anos de belos e valorosos serviços prestados à cultura popular, incluindo os projetos Nova História da Música Popular Brasileira e o Almanaque Brasil, Elifas Andreato vai ter sua vida e obra retratados em documentário.

Ainda que seu nome seja pouco ou quase nada lembrado pelo imaginário popular, as composições de Geraldo Pereira (1918-1955), considerado o pai do samba sincopado e influência fundamental para a bossa nova, seguem vivas até hoje no repertório de alguns dos maiores gênios da música brasileira em atividade. De Gilberto Gil à Elza Soares, de Paulinho da Viola à Gal Costa e, recentemente no show em que Maria Bethânia e Zeca Pagodinho inauguraram juntos, está lá “Falsa Baiana”, o mais conhecido samba de Geraldo Pereira, cujo centenário é celebrado este ano sem tantas pompas como poderia — e deveria — ser. 

Em Belo Horizonte, tiveram gerações e gerações de pessoas compondo, tivemos os seresteiros da Lagoinha e Santa Teresa, tivemos o Clube da Esquina, tivemos Toninho Gerais e mais uma turma que veio vindo com o tempo. Tivemos uma época que o samba era moda na Zona Sul. Casas e mais casas tinham em sua programação grupos que se formavam em profusão. E foi assim, foi desse movimento que nasceu a mais nova geração de compositoras e compositores da cidade.

Onde sambar

Sambistas Online

Temos 27 visitantes e Nenhum membro online

CARICATURA DO MÊS

Cartola

Samba no mapa