Imprimir esta página

LUTO NO SAMBA DE BH COM A MORTE DE PREGÃO

Nov 30 2020 / Escrito por  / Publicado em Destaques
LUTO NO SAMBA DE BH COM A MORTE DE PREGÃO Reprodução/Arquivo pessoal

Um dos fundadores do Kisamba Show é mais uma vítima da Covid-19

O samba de Belo Horizonte está de luto com a passagem de Antônio Carlos de Jesus, mais conhecido como Pregão, fundador do Kisamba Show, um dos grupos mais populares da capital mineira na década de 1980. Vários nomes da cena musical lamentaram a morte do sambista, que vivia no bairro Nações Unidas, em Sabará.
 
"Perdemos um amigo, um músico, um profissional do samba para o covid 19. É muito triste. Peço a Deus que conforte e fortaleça os familiares e amigos do Pregão. Siga em paz e que Nsra Aparecida, da qual você sempre foi devoto, te receba e te acolha", comentou Serginho Beagá, por meio de post nas redes sociais.
 
Serginho, assim como Fabinho do Terreiro e Toninho Geraes, tiveram o primeiro empurrão na carreira por meio do Kisamba Show. O grupo também é responsável por lançar na época várias passistas/mulatas, como Sandra Veneno, Márcia Dinamite e Sicatria de Paula. 

"O Prego é um grande operário da música e fundador de um dos grupos de mais sucesso em Belo Horizonte nos anos 80. Nome forte da velha guarda do samba mineiro, ele é muito merecedor dessa singela homenagem!", afirmou Bira Favela, em junho do ano passado, ao homenagear Pregão e o Kisamba Show no projeto "Homenagem Se Faz em Vida". 

"Fomos sem modéstia o maior grupo de samba de Belo Horizonte. Revolucionamos o samba na cidade em todos os sentidos. Nomes como Jovelina Pérola Negra, Dicró, Jair Rodrigues, entre outros, eram acompanhados pelo grupo durante as turnês por Minas Gerais. O grupo também realizava shows em boates, bares, clubes e até rodeios. Fomos o primeiro conjunto a inventar o sambanejo, porque fazíamos muito show pelo interior e tínhamos que adaptar o repertório ao gosto do público", contou Antônio Carlos, em entrevista ao Almanaque do Samba, em 2019.

Que nosso baluarte do samba descanse em paz. Obrigado pelos serviços prestados ao samba de Belo Horizonte! 

Visto 411 vezes Última modificação em Segunda, 30 Novembro 2020 14:15
Redação

A equipe Almanaque é composta por: Jornalistas, compositores e pesquisadores do Samba de Minas Gerais

Website.: almanaquedosamba.com.br